Quarta, 24 de Julho de 2024
Educação Rio Grande do Sul

Secretaria de Educação do RS cria grupo de trabalho para coordenar ações de auxílio à comunidade escolar

Objetivo do grupo é organizar o planejamento das medidas de suporte aos estudantes, professores e profissionais da educação atingidos pela catástrofe climática

13/05/2024 às 09h51 Atualizada em 28/05/2024 às 11h51
Por: Lorena Brum Fonte: Secom RS
Compartilhe:
Imagem: Ascom Seduc
Imagem: Ascom Seduc

 

Continua após a publicidade

A Secretaria da Educação (Seduc) do Rio Grande doSul estabeleceu um grupo de trabalho com organizações representativas e entidades públicas para organizar o planejamento das medidas de suporte aos estudantes, professores e profissionais da educação atingidos pela catástrofe climática. A primeira reunião foi realizada na última sexta-feira (10/5), tendo como pauta as questões relativas ao retorno das atividades escolares conforme a situação de cada região afetada pelas enchentes.

A secretária da pasta, Raquel Teixeira, explicou que, diferentemente do período da pandemia, quando professores e alunos estavam em casa e podiam se organizar para enfrentar a situação, hoje muitos profissionais da educação e famílias dos estudantes perderam suas casas e estão desabrigados.

Continua após a publicidade

Estamos enfrentando dificuldades e aprendendo com elas. Na Rede Estadual, que possui 750 mil alunos, apenas 50% estão tendo aulas regulares desde o dia 7 de maio. Para os 50% afetados, não temos previsão para o retorno às aulas”, afirmou a secretária.

Raquel também ressaltou a importância da elaboração de um novo calendário escolar para os municípios impactados.

Continua após a publicidade

De acordo com o levantamento mais recente, atualizado às 9h deste sábado, 1028 escolas em 243 municípios foram afetadas de alguma forma. Esse número representa mais de 40% do total das escolas da Rede Estadual, abrangendo aproximadamente 354,5 mil estudantes. Em relação aos danos na infraestrutura, 528 escolas foram danificadas, onde estão matriculados cerca de 215,7 mil alunos.

LEIA TAMBÉM:

A reunião contou com a participação de representantes da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon); do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAOPIJ) do Ministério Público do RS (MPRS); da União Nacional dos Conselhos Municipais do RS (UNCME-RS); da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs-RS) e do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do RS (Sinepe-RS).

Gostou da notícia? Deixe seu comentário e continue navegando pelo portal Primeira Educação para se manter atualizado com as principais notícias e os assuntos que envolvem a educação infantil e primeira infância.

Texto: Ascom Seduc
Edição: Anelize Sampaio/Secom

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias