Quarta, 24 de Julho de 2024
Educação Caixa do Abraço

Escola Municipal em São Paulo doa pelúcias de apoio emocional para crianças do Rio Grande do Sul. Veja

Pacote enviado contém pelúcias de apoio emocional denominadas ‘monstrinhos das emoções'

28/05/2024 às 11h03 Atualizada em 07/06/2024 às 12h50
Por: Lorena Brum Fonte: Prefeitura de São Sebastião - SP
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Prefeitura de São Sebastião - SP
Foto: Reprodução/Prefeitura de São Sebastião - SP

 

Continua após a publicidade

A Escola Municipal Prof.ª Iraydes Lobo Vianna do Rêgo, do Itatinga, em São Sebastião (SP), realizou a doação da ‘Caixa do Abraço’ para crianças do Rio Grande do Sul. O pacote enviado contém pelúcias de apoio emocional denominadas ‘monstrinhos das emoções’, que foram feitas por professoras com base no projeto de resolução de questões emocionais chamado ‘O meu, o seu, os nossos monstros’ desenvolvido pela unidade escolar.

O projeto contemplou os estudantes da escola sebastianense após a tragédia que ocorreu no município em fevereiro de 2023, ajudando os alunos a identificar suas emoções e aprender a como lidar com seus sentimentos. Para isso, foi criado por cada criança um monstrinho que ajudava a identificar o que estavam sentindo.

Continua após a publicidade

O aluno Yan Moreira, de 7 anos, explica como desenvolveu o seu monstrinho da emoção.

Uma pessoa vai bater na outra e aí o monstro do controle aparece e ajuda essa pessoa a se acalmar, parar, ir pedir desculpas e prometer que não vai mais fazer isso. Pra mim ajudou muito porque, às vezes, quando alguém me provocava eu já 'sentava a mão', mas aí o monstro aparecia e eu lembrava dele e me acalmava.

Continua após a publicidade

Com o resultado positivo da ação, a escola toma a iniciativa de produzir pelúcias dos ‘monstrinhos da emoção’ para enviar junto a livrinhos com histórias contadas pelos alunos e uma carta com as explicações produzidas pela equipe da escola. Desta forma, as crianças poderão também desenvolver seus próprios monstros e externar seus sentimentos em meio ao grande trauma emocional que vivem.

A diretora da unidade escolar, Karen Bardelli, comenta sobre a intenção da ‘Caixa do Abraço’.

Como vivenciamos uma situação muito menor, mas parecida, nós queríamos agraciar essa crianças com um abraço, com um conforto. Então nos remeteu ao passado e de como esse projeto foi de grande valia pra nossa escola.”

O estudante Yan fala sobre como se sente em relação a essa doação.

Significa pra mim que é um apoio para as crianças. A inundação é gigante, muitas crianças perderam os pais, os pais perderam as crianças, as casas foram destruídas e isso não foi muito legal.

LEIA TAMBÉM:

Gostou da notícia? Deixe seu comentário e continue navegando pelo portal Primeira Educação para se manter atualizado com as principais informações relacionadas à educação infantil e primeira infância.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias