Quarta, 24 de Julho de 2024
Saúde Educação Alimentar

Alimentação infantil: como garantir nutrição adequada para crianças a partir de 1 ano de idade

Iniciando a fase de descobertas, crianças com um ano têm mais autonomia e começam a consumir alimentos similares aos da família

12/06/2024 às 11h00 Atualizada em 19/06/2024 às 09h23
Por: Lorena Brum
Compartilhe:
 A introdução gradual de novos alimentos e o acompanhamento profissional são fundamentais para estabelecer hábitos alimentares saudáveis desde cedo. Imagem: Freepik
A introdução gradual de novos alimentos e o acompanhamento profissional são fundamentais para estabelecer hábitos alimentares saudáveis desde cedo. Imagem: Freepik

 

Continua após a publicidade

A transição alimentar das crianças ao completar um ano de idade é um momento crucial que traz muita alegria e descobertas. Nessa fase, os pequenos ganham mais autonomia e começam a ter uma alimentação mais parecida com a da família. No entanto, a atenção à qualidade e quantidade dos nutrientes continua essencial para garantir um desenvolvimento saudável.

A Importância da Nutrição Adequada

Segundo o pediatra especialista em nutrição, Dr. Tulio Konstantyner, essa fase é determinante para o crescimento físico e desenvolvimento infantil. A dieta deve ser cuidadosamente equilibrada para evitar carências ou excessos nutricionais que podem comprometer o desenvolvimento motor, cognitivo e emocional da criança. O consumo excessivo de alimentos gordurosos, salgados ou açucarados deve ser evitado para prevenir problemas como obesidade, desnutrição, diabetes tipo 2 e hipertensão arterial.

Continua após a publicidade

Leite de Vaca: Benefícios e Limitações

Com a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a possibilidade de incluir o leite de vaca não modificado na alimentação de crianças acima de um ano, surgem dúvidas entre os pais. O Dr. Konstantyner esclarece que, embora o leite materno continue sendo a melhor opção até os dois anos ou mais, o leite de vaca pode ser uma alternativa a partir do primeiro ano. No entanto, seu consumo não deve exceder 600 ml por dia devido ao alto teor proteico, de gorduras saturadas e sódio, que podem causar sobrecarga renal e deficiências nutricionais.

Sempre orientamos o aleitamento materno, exclusivo até os seis meses e complementar até 2 anos ou mais”.

Continua após a publicidade

Fórmulas Infantis: Uma Alternativa Segura

O pediatra destaca que, apesar de não serem mandatórias, as fórmulas infantis de primeira infância são uma alternativa segura para garantir a ingestão adequada de nutrientes. Essas fórmulas são elaboradas seguindo padrões internacionais rígidos e são aprovadas pela Anvisa, o que assegura sua qualidade e segurança.

Elas podem ser utilizadas como parte de uma estratégia para aumentar a ingestão de nutrientes essenciais como ferro, vitamina D, DHA e ARA, contribuindo para o desenvolvimento cognitivo e motor das crianças e evitando o excesso de proteínas, que pode levar à obesidade futura”, explica o Dr. Konstantyner.

A Importância do Aleitamento Materno e da Introdução Alimentar

Nos primeiros seis meses de vida, o aleitamento materno é fundamental, dispensando até mesmo a necessidade de água, segundo o especialista. Após esse período, inicia-se a introdução de novos alimentos, inicialmente em formas pastosas e amassadas, evoluindo gradualmente para pequenos pedaços. Essa progressão é importante para o desenvolvimento da mastigação, paladar e hábitos alimentares saudáveis.

Acompanhamento de médicos e nutricionistas é essencial durante essa fase para assegurar uma dieta diversificada que inclua todos os grupos alimentares: lácteos, frutas, legumes, verduras, cereais, arroz, feijão e carnes.

LEIA TAMBÉM:

A alimentação de crianças com um ano de idade deve ser cuidadosamente planejada para atender às necessidades nutricionais e promover um desenvolvimento saudável. O leite materno continua sendo a melhor opção, mas na sua ausência, o leite de vaca pode ser oferecido com limitações, e as fórmulas infantis representam uma alternativa segura e nutritiva. A introdução gradual de novos alimentos e o acompanhamento profissional são fundamentais para estabelecer hábitos alimentares saudáveis desde cedo.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário e continue navegando pelo portal Primeira Educação para se manter atualizado com as principais informações relacionadas à educação infantil e primeira infância.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias